domingo, 20 de abril de 2014

Nem eu me entendo

Falar claramente as vezes é um problema pra mim, isso porque me considero um ser extremamente emocional, bom, isso todos somos, mas eu vou além, se algo te faz pensar, acredite, eu penso o dobro!..Enfim, ultimamente estou aprendendo que tenho uma capacidade extra de aprender...confuso não? pois bem...nunca fui fã de teorias comportamentais que levam ao sucesso, ou seja, sempre fui um duro critico da auto-ajuda...eu lia livros e mais livros das mais demasiadas formas de se viver e acreditem eu pensava: "poxa, legal, maneiro, interessante, mas nunca vou seguir o que esses caras inventam" ...é um caminho para o sucesso? pode ser, mas eles não descobriram isso tentando? E se eu tentar de formas diferentes também não posso conseguir? Quem sabe?...Talvez serei autor de minhas próprias teorias...
Enfim, o fato é que estou cursando parapsicologia, e uma das grandes atribuições do curso é aprender a dominar a mente...e tudo que você deseja primeiro você imagina, claro! Mas...técnicas de motivação já me "enchem o saco"...estou cansado de autores que dizem: "é preciso acreditar, é preciso se motivar"... Caramba! Eu sei que eu preciso acreditar, me motivar e tudo isso mais... eu quero é saber como fazer isso, como dominar minha mente pra isso...tentar entender um pouco sobre coisas que na pratica eu vivo e não sei o porque... e acreditem, é como se eu tivesse encontrado um livro com todas as respostas pras duvidas que giram em torno do meu eu como pessoa, que assim como todos acho que tem conflitos pessoais que muitas vezes nos limitam... Rory Vadem em seu livro "Suba a escada" diz que esses conflitos são causados pelo senhor M (Senhor mediocridade), porque sempre que você esta em busca de algo o senhor M fala em sua mente: deixa disso, você não vai conseguir...pra que isso agora??...
Tudo que nossa mente cria é possível de se tornar real, mas é preciso estar livre da duvida, do medo...e eu ja vivi isso diversas vezes, consegui algo tantas vezes com tanta convicção que queria aquilo que só hoje baseado nesses estudos que entendo como fui capaz...
O fato é que me tornei principalmente um melhor aluno porque enfim uma materia que literalmente falando "controla minha mente"...e me deixa longe de expor meu senso critico...
Mas ainda estou longe de chegar a uma definição sobre mim...talvez eu nunca chega a tanto, enfim, estou bem assim e não tente me entender, é como eu sempre digo: Nem eu me entendo!

sábado, 12 de abril de 2014

Em um futuro próximo...

Vamos enfim matar a saudade de tudo que não vivemos, das músicas que não ouvimos e dos lugares que não fomos... espero que não seja tarde

Tudo...

Um dia pegaram uma lista de todas as coisas que eu quero e não posso ter, e as colocaram todas em você...

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Eu pirei

E eu vou dizer pra todo mundo que eu pirei, quebrei as algemas de quem me prendia e libertei...parti o coração de quem me amava e um dia voltei...pra dizer que senti saudade, e que ja não me faz falta, pra dizer que na verdade eu nunca me importei... porque logo vou embora, ou talvez fique mais um pouco... mas entenda, o problema é que eu pirei, estou completamente louco...


quarta-feira, 12 de março de 2014

Você sempre voltava


Eu deixava você ir, e voltava quando queria...diziam que eu era louco...eu te buscava, a saudade aumentava...e todos viam que era a sua falta...você ia e voltava quando queria...mas um dia voltava, talvez por saudade, eu nunca vou saber, ou talvez voltava, não porque queria, voltava pra se sentir segura...porque só eu te entendia...

terça-feira, 11 de março de 2014

Confiança

Eu sou tão consciente do que eu quero, do que eu tenho e de onde posso chegar que em cada passo eu vejo um horizonte novo... ninguém me machuca, ninguém me rebaixa, não sou mais nem menos que ninguém, mas posso ir longe, muito além...com humildade, a confiança é o melhor caminho para o sucesso...não agrado em tudo mas não tenho inimigos, e quero um dia poder prestar contas com Deus e dizer: Pai, a minha parte eu tentei fazer la em baixo...

domingo, 9 de março de 2014

Felicidade


Então um dia ele descobriu... foi mais feliz com a partida que com a chegada... com o desapego que com a presença... porque tudo era nada e nada era uma grande indiferença...de tudo que fazia nada era útil até que um dia se cansou do nada e nada fez pra mudar...resolveu deixar como estava e assim ate hoje esta... e veja só que coisa incrível, descobriu que era feliz, deixou tudo ir embora e só ficou quem quis...quem foi que mais perdeu até hoje não se sabe dizer... se é ela que um dia se foi ou quem ficou pra esquecer...mas um dia, sim um dia...ele descobriu que era feliz...